Tradição por voar desde 1940

Nossa história

A criação do Aeroclube de Pernambuco remonta às primeiras décadas do século XX, mais especificamente ao período anterior à 2ª Guerra Mundial, quando o país necessitava de um local específico que formasse pilotos habilitados a comandar os aviões de guerra. A fundação da entidade, como um espaço destinado à formação de oficiais, teve lugar no dia 15 de março de 1940, e seu endereço era o seguinte: Rua Tomé Gibson s/n°, Encanta Moça, no bairro do Pina, no Recife. Os pernambucanos costumavam chamar de Encanta Moça a ilha formada, na bacia do Pina, por um dos braços do Rio Capibaribe. E, no tempo em que a aviação do Estado ainda não possuía um campo adequado de pouso e decolagem para receber os pequenos aviões, alguns pilotos franceses descobriram a utilidade daquela ilha para esse fim.

Cabe lembrar o fato de que, nas décadas de 1920 e 1930, os hidroaviões predominavam sobre os aviões com base terrestre, já que os primeiros tinham a vantagem de não necessitar de pistas dispendiosas de concreto para pousar. Sendo assim, os hidros utilizavam a Bacia do Pina.
Hoje, nós temos a maior infraestrutura para cursos práticos do Norte/Nordeste do país e ficamos localizados no Aeródromo Coroa do Avião, em Igarassu.
Com equipe de instrutores e pilotos, juntos construímos uma história de longos vôos, com a formação de mais de 2.000 pilotos, sempre renovando frotas e trazendo novos cursos e aperfeiçoamentos aos amantes da aviação como nós.

“Uma vez que você tenha experimentado voar, você andará pela terra com seus olhos voltados para céu, pois lá você esteve e para lá você desejará voltar.”

Leonardo da Vinci